Isto da confiança…

9 Jun
Isto da confiança tem muito que se lhe diga. Mas confiar em alguém nos dias de hoje é um risco tão grande quanto viajar até uma parte recôndita do mapa : uma pessoa acredita seriamente que vale a pena, mas o preço a pagar pelo risco pode ser alto. Algumas vezes somos recompensados pela ousadia e conquistamos pessoas sem as quais a nossa vida seria bem pior. Conquistamos uma confiança que vale ouro e que não trocávamos por nada. Isto tende a acontecer com muito poucas pessoas, mas acontece. Já me aconteceu, poucas vezes, mas aconteceu. Tenho amigos maravilhosos. Amigos que já fizeram por mim coisas completamente transcendentes. Contam-se pelos dedos das mãos mas estão lá sempre, impreterivelmente.
Mas por vezes também nos enganamos: damos a nossa confiança,o melhor de nós, tudo o que somos, a  alguém que pega nisso e simplesmente atira pela janela. Não quer saber, e se preciso for ainda esmaga tudo o que lhe demos de tão precioso. E isto também já me aconteceu, talvez mais vezes até.
A primeira vez é uma dor na alma que se assemelha a algo como arrancarem-nos o coração a sangue frio. Sem dó nem piedade, sem qualquer remorso ou sentimento de culpa.
E, pior muito pior que isso, é o facto de algumas pessoas mesmo agindo assim ainda receberem o nosso perdão, porque de tanto gostarmos não somos capazes de aceitar. Pelo menos uma vez na vida já toda a gente se humilhou: e quem diga o contrário está muito provavelmente a mentir.
Mas depois da primeira vez, do primeiro sofrimento, da primeira grande “quebra-de-cara”, da primeira grande facada na ilusão, tornamo-nos mais fortes, mais consistentes . Criamos uma carapaça protectora, e envolvemos o coração numa pequena armadura dourada. Juramos a nós próprios que não voltará a acontecer, fortalecemo-nos, vamos em busca da vida, e  acreditamos um pouco mais em nós e um pouco menos nos outros. Este tempo de recuperação varia: na primeira vez que me aconteceu ainda levei um ano a estabilizar.
Contudo é mesmo assim, nos primeiros tempos é mesmo difícil, custa que se farta. Mas depois lá vamos desabrochando . E muito provavelmente, e apesar de todas as nossas juras , apesar de toda a experiência, apesar de todos os pequenos “testes” a que submetemos a outra pessoa, volta a acontecer-nos. Mas agora a reacção já não é tão dolorosa. Choramos, voltamos a fazer a jura sagrada, mas já não nos humilhamos. Já não vamos em busca do que se perdeu algures entre o bem-querer e o não querer saber. Simplesmente apanhamos os pequenos cacos ao nosso alcance, voltamos a colocar o coração cada vez mais lascado no lugar, e compramos uma nova armadura. Desta vez mais forte, mais bonita . E seguimos em frente sem olhar para trás, sabendo que tão depressa não nos voltarão a apanhar. Mas um dia voltarão.
 Entretanto, e felizmente, também aparecerão pessoas que valerão a pena e que devolverão ao nosso coração as lascas perdidas, que lhe darão uma nova cor um pouco mais reluzente. Até lá continuaremos a caminhar, e a confiar um pouco mais em nós próprios…
Advertisements

4 Responses to “Isto da confiança…”

  1. saltos altos vermelhos Tuesday 9 June 2009 at 23:12 #

    sim essas que valem a pena são o melhor do mundo!!!!!

  2. mjf Wednesday 10 June 2009 at 00:21 #

    Olá!
    Há coisas que só aprendemos, quando passamos por elas…
    Neste teu excelente post abordas um problema, que todos nós já sentimos na pele…
    Só custam os primeiros(???) depois, ficamos cada vez mais ” secos” e desconfiados, na esperança de não voltarmos a a ser magoados…
    Até um dia…e voltou a acontecer!!!
    Mas o que não nos mata…fortalece-nos:=))

    Beijocas

  3. Laetitia Wednesday 10 June 2009 at 00:33 #

    MJF estou contigo! É bem verdade que a cada desilusão que não nos mata, nos transformamos em pessoas mais fortes ( se bem que às vezes trocaria esta força toda por não ter passado nada daquilo, mas enfim!).Mais preparadas para a dor. Não sei se é bom se é mau, mas quem nunca passou por isto que atire a primeira pedra.:)
    Muitos beijos e muito obrigada pelo comentário.:)

  4. Mary Wednesday 10 June 2009 at 11:34 #

    Beijinho minha querida 🙂

Express yourself!

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s