Chocolate

3 Aug
Ela ainda o amava. Apesar da falta de notícias, apesar de saber que embora correspondido era um amor que por hora não se podia desenvolver verdadeiramente. E isso estava a sufocá-la.
 A espera sem termo certo para acabar continuaria durante algum tempo mais, ela sabia-o. Mas também sabia que se continuasse somente a esperar daria em louca.
Por isso resolveu viver. Resolveu ser minimamente feliz no entretanto. Resolveu que teria que acabar com a solidão senão esta acabaria por consumi-la. E foi aí que o conheceu : o chocolate mais saboroso daquela noite. Embora o seu coração fosse do outro dar-se-ia a oportunidade de estar com outra pessoa.
Talvez ninguém a compreendesse. Talvez ninguém conseguisse enxergar a necessidade de ser simplesmente amada, de acordar com o sorriso nos lábios pela mensagem recebida, de dançar horas infinitas com outrem que não as amigas, de sentir um abraço carinhoso… É que às vezes precisamos é disso, de sermos simplesmente amados sem dar quase nada em troca.
Ela sabe que nunca dará realmente certo. Sabe que a sombra do homem que ama estará sempre ali, presente como um espectro. Mas enquanto espera por ele dar-se-á ao luxo de ser amada pelo homem cor de chocolate que se esforça  por arrebatá-la de todas as maneiras.
Pode ser egoísta, mas ela merece-o mais que ninguém..
Advertisements

4 Responses to “Chocolate”

  1. Vanda Monday 3 August 2009 at 15:57 #

    E… como compreendo essa rapariga 😉

    Soltar as amarras do passado, por vezes é demasiado complicado, se não… impossível, mas sabe tão bem, mas tão bem ouvir baixinho ao ouvido que és uma pessoa maravilhosa e linda (mesmo que a voz não seja AQUELA!!!)!!!

    E… um chocolate de leite é sem dúvida uma tentação!!

    Bejo Laetitia

  2. Mokas Monday 3 August 2009 at 23:42 #

    acho que ela fez bem…
    espero que o chocolate não lhe tenha sabido demasiado bitter….

  3. maria Monday 3 August 2009 at 23:51 #

    É tão dificil “avançar” quando ainda há coisas no passado que nos “prendem”.
    Um grande beijinho.

  4. Mary Tuesday 4 August 2009 at 21:04 #

    Ela tem de dar a oportunidade de ser feliz a ela mesma. Sentirmo-nos amada é tão bom! Se eles (ela e aquele que ainda ama) se amarem verdadeiramente irão ficar juntos. Às vezes as coisas não acontecem no momento que queremos, mas o que é nos destinado acaba sempre por chegar até nós, mais tarde ou mais cedo. Até lá, ela merece ser feliz. beijinho minha querida

Express yourself!

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s