Speak Vogue

19 Jun
Sou uma apaixonada confessa de moda. Gosto de acompanhar as últimas novidades na indústria, não sei desenhar mas conheço os traços de alguns estilistas só de ver uma peça, devoro biografias dos ícones que marcam tendência, as revistas de moda fazem parte do meu dia a dia a ponto de um dos meus sonhos ser poder escrever numa. Gosto de sentir as texturas dos diferentes tecidos, gosto de ver como as pessoas combinam a roupa de forma a expressarem-se, gosto de sentir a arte inerente à moda, e gosto eu própria de brincar com os acessórios, as cores e os materiais. Porque o facto de por vezes não gostarmos de ver algo em nós não impede de o apreciarmos em outrem. A moda é acima de tudo um reflexo nosso, um espelho da sociedade.
Mas uma coisa é certa: os estilistas também têm peças feias. E digo-vos, por mais que pareça um ultraje, que há sapatos Louboutin que não calçaria bem como peças caríssimas que não usaria. Porque posso ser uma escrava da moda. Da minha moda, das peças que venero. Mas não sou escrava das marcas. Assim como ninguém deveria ser.
Advertisements

Express yourself!

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s