Hoje é o dia

11 Jul
Hoje é o dia em que começo oficialmente a riscar da minha vida quem me fez sofrer mais que a conta. As últimas semanas já foram de pré-estágio, mas hoje chegou o dia. E fica aqui registado para eu não poder voltar atrás.
O último ano foi emocionalmente muito complicado. Acima de tudo muito desgastante. E está na altura de dizer chega, de cortar as pernas às chances que dei a pessoas que simplesmente as botaram no contentor mais feio de lixo, sem qualquer tipo de remorso aparente.
Hoje é o dia em que percebo conscientemente que já não faz sentido ficar. Porque não sou feliz assim. E olhando para trás compreendo que talvez também não tenha sido assim tão feliz. Talvez a ilusão de que as coisas melhorassem me fizesse permanecer. Hoje percebi que se dou o melhor de mim não quero apenas algumas sobras dos outros. Que se ponho alguém em primeiro lugar também mereço ser a primeira escolha dessa pessoa.
Às vezes não basta dizerem que gostam de nós. Não basta darem-nos alguns momentos fabulosos para o dobro de tenebrosos. E eu que nunca fui boa a matemática demorei a fazer as contas. Mas talvez agora sim o resultado da equação bata certo. Porque a mim não me basta amor às vezes. Quero amor sempre. E se é para ter de quando em vez, lamento mas prefiro não ter de todo.
Como diria o Churchill ” My tastes are simple: I am easily satisfied with the best”.
Advertisements

One Response to “Hoje é o dia”

  1. Melody Tuesday 12 July 2011 at 01:20 #

    Às vezes é preciso bater o pé e saber seguir em frente. E ter em mente sempre que o nosso bem é o que mais interessa, acima de qualquer coisa! 🙂 *

Express yourself!

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s