Nós, humanos

25 Jul
Eu não sei o que passou pela cabeça do norueguês, mas este tipo de situações só comprova que há muita gente perturbada por este mundo fora. Gente com ideias a mais, convicções a mais, provavelmente tempo a mais, mas com sentimentos de menos e valores inexistentes. Às vezes chego a pensar que pode ser uma forma, louca obviamente, de chamarem as atenções do mundo, de terem os holofotes postos em si. E como não conseguem de nenhuma maneira produtiva dá-lhes para a maldade. Na verdade, a crueldade sempre exerceu um imenso foco de atracção para pessoas que almejam poder desmedido.
Não percebo é como é que uma pessoa que mata outras deliberadamente, só porque sim, consegue conviver com ela própria.
Mas talvez a questão resida mesmo aí: há pessoas que não conseguem conviver com elas próprias. E por isso a algumas dá-lhes para fazerem mal aos outros, e a outras – como a Amy- dá-lhes para fazerem mal a elas próprias (gostava mesmo muito dela, mas infelizmente já tinha entrado na rota do “suicídio” há muito). Em dois dias o mundo perdeu, num ápice, vidas a mais. E isto dá para concluir que nós, humanos, somos inevitavelmente seres complexos,complicados, e um tanto ou quanto perturbados. Definitivamente ainda temos um longo caminho pela frente em termos de evolução.
Advertisements

Express yourself!

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s