As (mulheres) debochadas

9 Sep
As mulheres debochadas sempre me arrancaram um misto de sentimentos. Algo entre o divertimento interior pelo papel ridículo, e a irritação irónica por de tão oferecidas “envergonharem” a classe. Aquelas que se atiram aos homens descaradamente num assomo de desespero, que aproveitam qualquer estreitamento de passeio para se encostarem, qualquer oportunidade para lhes tocarem, ou qualquer bebida – que o álcool é sempre uma boa desculpa –  para os abraçarem ou pedirem algo mais. As mesmas que usam o cocktail árvore de natal composto por mini saia nos limites do impossível, decote nos limites do umbigo, saltos vertiginosos e maquilhagem carregada, e que fingem a intimidade que não têm.
 Bem sei que há homens que gostam. Eu é que nunca poderia gostar de um homem que se delicia com este tipo. 
E sim, as pessoas têm liberdade para serem quem quiserem e expressarem-se da forma que entenderem, isto é só uma opinião. Vale o que vale.
Advertisements

3 Responses to “As (mulheres) debochadas”

  1. S* Friday 9 September 2011 at 15:29 #

    Acho feio, brega e oferecido.

  2. João de Castro Nunes Saturday 10 September 2011 at 00:13 #

    É muito ingrato opinar
    em tão sensível matéria:
    quem poderá destrinçar
    entre virtude e miséria?!

    JCN

  3. Laetitia Saturday 10 September 2011 at 18:23 #

    Dificilmente se destrinça…

Express yourself!

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s