Há quem lhe chame timming, eu chamo-lhe sorte

27 Sep
Os momentos da nossa vida em que as coisas acontecem são curiosos. É surpreendente perceber que um mesmo acontecimento em alturas diferentes da vida pode muito bem ter um significado antagónico. E há coisas que se queria mesmo muito, mas que quando chegam já é demasiado tarde. Simplesmente já não fazem sentido. Ou o que fazem já não compensa.
Isto leva-me a pensar que o que de bom nos acontece não deixa de ser um alinhamento, um equilíbrio cósmico temporalmente perfeito. No fundo o tal bafo de sorte. E a sorte, essa, – já se vê – tem muito que se lhe diga.
Advertisements

Express yourself!

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s