Fado

27 Nov
Só me ocorre uma palavra: orgulho.
Advertisements

10 Responses to “Fado”

  1. João de Castro Nunes Monday 28 November 2011 at 18:14 #

    O mundo reconheceu
    em termos oficiais
    que o fado de nó nasceu
    por razões sentimentais!

    JCN

  2. João de Castro Nunes Monday 28 November 2011 at 18:19 #

    O fado nada mais é
    que um desabafo profundo
    de um povo quando a maré
    faz com que bata no fundo!

    JCN

  3. João de Castro Nunes Monday 28 November 2011 at 18:23 #

    Segundo um velho alfarrábio,
    o fado que nos motiva
    é uma espécie de astrolábio
    de um povo que anda à deriva!

    JCN

  4. João de Castro Nunes Monday 28 November 2011 at 18:27 #

    Em vez de ser uma fúria
    por um destino falhado,
    o fado é uma lamúria
    de um povo desalentado!

    JCN

  5. João de Castro Nunes Monday 28 November 2011 at 18:32 #

    O fado não se define,
    não possui definição,
    nada havendo que o elimine
    de ser a voz da nação!

    JCN

  6. João de Castro Nunes Monday 28 November 2011 at 18:37 #

    Depois que a Amália morreu
    o país ficou de luto
    e, doente de escorbuto,
    o fado alento perdeu!

    JCN

  7. João de Castro Nunes Monday 28 November 2011 at 18:42 #

    O fado é, como a saudade,
    um termo peculiar
    da nossa forma de estar,
    que não possui paridade!

    JCN

  8. Laetitia Monday 28 November 2011 at 19:59 #

    Tão bonito, João. Adorei mesmo. 🙂

  9. João de Castro Nunes Tuesday 29 November 2011 at 22:16 #

    Dado que a Amália morreu,
    devia-se o fado arquivar
    para não se adulterar,
    como ao país sucedeu!

    JCN

  10. João de Castro Nunes Friday 2 December 2011 at 17:03 #

    O FADO

    O fado é a expressão mais singular
    do povo português quando está triste,
    quase impossível sendo relatar
    de que matéria é feito, em que consiste.

    Cantado por Amália e difundido
    por todo o mundo em sua voz magoada,
    fala aos sentidos de qualquer ouvido
    e sem reserva a toda a gente agrada.

    Pelo som das guitarras e violas
    acompanhado, o fado faz gemer
    do nosso coração todas as molas.

    Lamúria de viela e de salão,
    fidalgo ou popular a mis não ser,
    o fado puxa sempre à emoção!

    JOÃO DE CASTRO NUNES

    aos sentidos de qualquer ouvido
    e sem reserva

Express yourself!

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s