If it makes you happy…

6 Dec
De todas as vezes que vejo o anúncio do Ikea dou comigo a pensar que bom seria se descomplicássemos a felicidade. Se deixássemos de fazer dela uma equação e a desfragmentássemos em pequenas somas, ao alcance de qualquer um. Talvez seja da nossa natureza, de sermos eternos insatisfeitos, mas a verdade é que não nos contentamos com aquilo que nos faz feliz. Tendemos sempre a acrescentar um “mas” que borra a pintura da nossa vida, e que trocidaria qualquer obra de Monet tamanha amargura com que o proferimos.
Sejamos menos picuinhas. Vamos pelo menos esforçarmo-nos por arrancar alegria daquilo que nos faz feliz, e esquecer – quanto mais não seja por instantes – as contrariedades desta vida.
Vamos sorrir só porque sim, ir ao cinema porque apetece, telefonar à amiga e levá-la a um passeio à beira-rio só porque é bom. Vamos dizer à mãe que gostamos dela, vamos agarrar no namorado e sussurar-lhe que o amamos em plena rua, vamos perder-nos na cidade e explorar o desconhecido. Vamos ficar no sofá sem culpa e fazer da preguiça aliada, vamos comprar comida a um sem abrigo, vamos matar-nos para concluir o projecto que de tanto nos arrancar suor nos devolveu o sorriso. Vamos viver, trocar juras de amor, absorver experiências, abraçar o pai. Vamos comprar uma rosa vermelha porque adoramos flores, vamos mandar a mensagem inesperada a alguém, vamos ler até adormecer. Vamos sorrir mais.
De certeza que aí algures há algo que nos faz feliz. E é precisamente a isso que temos que nos agarrar.

 

Advertisements

Express yourself!

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s