A polémica estalou

18 May
Quando vi o anúncio da Crioestaminal pela primeira vez – aquele que anda a passar na televisão onde se vê a criança num gabinete médico sugerindo uma doença grave –  fiquei dividida. Se por um lado sou plenamente a favor da recolha de células estaminais, por outro pareceu-me que a abordagem do anúncio foi um bocado dura. E digo isto porque, se fosse mãe, ao ver aquilo e ao ser confrontada com a pergunta que a criança faz no fim “mãe, pai, guardaram as minhas células?” entrava num processo de penitência interior se não o tivesse feito. Se por um lado é certo que os pais devem ser alertados para o facto de que aquele gesto simples pode vir a salvar a vida do filho, por outro acho que o anúncio dá o derradeiro laço no nó que se forma na garganta de quem o vê (e é, ou deseja ser pai ou mãe).
Por isso quando hoje li (aqui) que a polémica à volta do anúncio estalou só tive a certeza de uma coisa: o anúncio cumpriu a função a que qualquer publicidade se propõe: meter meio mundo a falar dela.
Advertisements

Express yourself!

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s