Romantismo moderno

5 Jul
Acho que um dos problemas do romantismo moderno é a falta de diálogo. Sei que muitas vezes conversar é difícil. É e será sempre mais fácil embrenharmo-nos na nossa concha e culparmos o mundo e o outro pela nossa infelicidade, por tudo e mais um par de botas. Só que há coisas que têm que ser faladas. Há coisas que facilmente se resolvem com uma conversa, com um puxão à realidade. Coisas simples de solucionar mas que, quando guardadas em silêncio, se transformam numa daquelas pedras no sapato que nos moem os pés. Ao princípio é só um incómodo. Mas se não as tirarmos de lá ferem-nos os pés até o sangue jorrar.
 
A vida ensinou-me que falar é o melhor remédio. Sobretudo porque às vezes agimos mal sem ter consciência disso. Às vezes, sem dar conta, magoamos os outros. E se ninguém falar sobre isso a relação transforma-se numa peça de teatro. O aparente tudo bem fica nublado de rancores que se vão acumulando e multiplicando. Porque primeiro engolimos um comportamento que não gostámos, depois engolimos o segundo, e ao terceiro já estamos a achar a pessoa um crápula. Só que também não fomos capazes de questionar os seus motivos, nem de nos insurgir com o que nos desagradou. Culpamos o desgraçado porque nos fez isto, isto e isto, o cabrão, abécula dos diabos, mas não somos capazes de racionalizar que também nos colocámos naquela situação.
 
Ninguém disse que as relações eram fáceis. Não são. Muito menos para os comodistas ou conquistadores de meia tigela. Exigem esforço, quilos de compreensão, paciência, horas de diálogo e acima de tudo muito amor. Amor pelo outro e amor próprio.
Não vale a pena fingir que não nos importámos com isto ou com aquilo quando na verdade nos importámos e muito. Isso é agir como a avestruz quando enfia a cabeça na areia. Só adia as coisas, não as resolve. E toda a gente já sabe que adiar só dá raia. Por isso façam pela vossa felicidade. Ela não é uma daquelas refeições pronta a comer que são entregues em casa, enquanto vemos a novela no sofá. Assemelha-se mais a um puzzle. Vamos fazendo e refazendo com gosto, impelidos pela alegria que isso nos dá. E com isso vamos enchendo o coração e sendo felizes. Dia a dia.
Advertisements

One Response to “Romantismo moderno”

  1. coqueluxos Thursday 5 July 2012 at 13:26 #

    Com certeza falar é o melhor remédio, faz com que pequenos problemas não se transforme em enormes… bjokas

Express yourself!

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s