Quando os livros são liberdade

28 Jul
Eu acredito na educação. Acredito que um povo que tenha acesso a ela, que se esforce por adquirir cultura, será sempre menos manipulável e mais consciente. Também acredito que nunca é tarde para a adquirir, sejam quais forem as circunstâncias. Por isso, quando soube que em algumas prisões brasileiras está a ser implementado, há já algum tempo, um sistema que permite aos reclusos ganharem dias de liberdade por cada livro que lerem (vejam aqui), fiquei contente. Parece-me uma iniciativa fantástica, e acho que os juízes que a tiveram estão de parabéns. Porque aquelas pessoas já estão ali a pagar a sua dívida à sociedade. Importa que, quando saírem de lá, se reintegrem da melhor forma. Importa que saiam melhores pessoas, seja lá o que isso for. E acho que, de alguma forma, os livros têm esse poder. De nos fazer pensar, de nos fazer olhar a vida de outros ângulos, de nos meter no lugar de outras pessoas.
Sempre achei que os livros eram liberdade. Hoje tenho a certeza disso. 
Advertisements

Express yourself!

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s