O destino pinta as unhas de vermelho?

29 Aug
Bebericava o meu chá gelado na varanda quando li esta notícia. Não consegui conter o riso perante tamanha ironia do destino. E nisto dei por mim a imaginá-la (sim, imagino o destino uma senhora) encostada num qualquer sofá com folhas e mais folhas ao seu redor. Talvez com uma esferográfica MontBlanc cuidadosamente pousada, enquanto sorri sarcasticamente. A tal que usa para nos traçar os acontecimentos mordazes. E, enquanto vê o desenrolar dos seus poderes materializarem-se, pinta, provavelmente, as unhas de vermelho. Com perspicácia, meticulosamente. A senhora destino imprevisível que só ela, deixa-me adivinhar-lhe as preferências. Estou quase a antever-lhe o rosto quando sou interrompida pelo telefone. Sorrio, também eu com sarcasmo, por tão inteligente manobra da sua parte. Ainda tento apanhar o fio à meada, imaginá-la mais uma vez, mas a malvada esfuma-se por entre os meus pensamentos. 
Podemos questionar a sua existência, podemos até negá-la. Mas a verdade é que a danada gosta de ir dando o ar da sua graça. Para o mal e para o bem, conforme lhe vai apetecendo. 
Advertisements

Express yourself!

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s