Convertido

22 Nov
Desde que conheço o meu namorado que travo uma dura batalha contra um dos seus defeitos: não gostar de ler. É claro que todos temos defeitos e que temos de os aceitar. Há alguns que até são peculiaridades giras. Peculiaridades que, por mais que neguemos, adoramos. Mas este era daqueles que me ficava preso na garganta de tão intragável. Ora bolas, eu adoro ler. Sou daquelas devoradoras de livros que gasta neles uma pequena fortuna todos os meses. Daquelas que prega aos sete ventos os benefícios da leitura. Custava-me a aceitar, pronto. Não percebia como é que lhe podia passar ao lado uma coisa tão fantástica e enriquecedora como é a leitura. No fundo, sempre tive a convicção de que ele achava que não gostava de ler por, simplesmente, ter escolhido os livros errados ao longo da vida. Toda a gente conhece os efeitos nocivos de má literatura, não é? Por isso, comecei um processo de evangelização com o pobre do homem. Deixei livros em casa dele, contei-lhe enredos fantásticos de alguns que tinha lido, fiz de um tudo para que ele se convertesse. Quando pensei que todas as minhas tentativas tinham falhado, eis que ele me diz que leu um dos livros que eu por lá deixei. E pede-me outro. E de repente tenho um namorado que faz encomendas no wook, e que já devorou quase todos os livros do Ken Follett. Que, por entre sorrisos, me diz que afinal gosta mesmo de ler só não sabia que gostava. O próximo passo é convencê-lo de que os livros do Saramago valem mesmo a pena.
Ao que parece estou no bom caminho.
Advertisements

4 Responses to “Convertido”

  1. Paula Thursday 22 November 2012 at 11:20 #

    Preciso mesmo de fazer o mesmo ao meu homem!
    Que livros sugeres para eles se iniciem na leitura?
    vidademulheraos40.blogspot.com.

  2. S* Thursday 22 November 2012 at 19:32 #

    Tenho um cá em casa que sofre do mesmo mal, não lê.

  3. Laetitia Thursday 22 November 2012 at 19:43 #

    Olá.:) Bem, eu apostei em livros que tinham enredos de espionagem porque ele gosta de séries do género.:p O primeiro que leu assim a bom ler foi “O Homem de Sampetersburgo”. Mas “O Código DaVinci” e o “Anjos e Demónios# também foram bem aceites pelo espécime cá de casa.:p
    Espero ter ajudado.;) Mua mua.:D

Trackbacks/Pingbacks

  1. Primeiro feito do ano « Laetitia Sweeney Rose - Tuesday 22 January 2013

    […] Jan A propósito disto, parece-me que estou no bom caminho: dei com ele a ler Arturo Pérez-Reverte (um dos meus autores […]

Express yourself!

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s